Quatro maneiras simples de aumentar sua privacidade ao usar criptoativos

O site de notícias Bitcoin.com listou formas simples para que você aumente a sua privacidade quando optar por utilizar criptoativos. Confira!

Use um VPN

Supõe-se que o uso de um VPN exija um grau de conhecimento técnico e seja apenas para fanáticos em privacidade. Na verdade, a maioria dos VPNs é infalível e pode estar ativo em poucos cliques – não é necessário reconfigurar manualmente a porta. O browser Opera até oferece um VPN agora em seus navegadores desktop e Android. “A privacidade on-line aprimorada é um direito para todos”, afirma a Opera. Eles estão certos. Um VPN fornecerá uma camada adicional de privacidade ao fazer login nas exchanges, além de mascarar o endereço IP associado à uma transação de Bitcoin.

Separe seu e-mail regular do seu e-mail para criptoativos

Criar uma conta de e-mail separada para cada serviço de criptoativos que você precisa fazer login é impraticável. Você pode, no entanto, segmentar todos os seus e-mails relacionados a criptomoedas em uma única conta. Isso trará benefícios duplos: se sua conta principal for comprometida, o hacker não terá informações ou acesso às suas atividades envolvendo criptoativos. Em segundo lugar, se você escolher uma conta de e-mail totalmente criptografada, olhares indiscretos do controle de fronteiras e outras agências governamentais não terão nenhum insight sobre sua vida.

Pare de reutilizar endereços

Mais da metade de todas as transações de Bitcoin envolvem endereços que foram usados ​​anteriormente. A criação de um novo endereço de Bitcoin é gratuita, instantânea e proporciona um aumento imediato de privacidade. Se a carteira ou a plataforma que você está usando não permitirem que você crie um novo endereço à vontade, pare de usá-la. Há uma abundância de serviços concorrentes por aí, e mudar para uma alternativa mais focada em privacidade pode ser feito em questão de minutos. A menos que você esteja realizando transações exclusivamente com moedas baseadas em privacidade, como o Monero, ou usando um sistema baseado em conta, em vez de um sistema baseado no UTXO, como Ethereum, você deve procurar um novo endereço todas as vezes.

Mantenha suas chaves e códigos offline

Onde você armazena os códigos 2FA de backup para suas contas de negociação e as chaves privadas de suas carteiras de criptoativos? Eles estão escritos, divididos em partes e escondidos em uma série de lugares muito seguros? Ou eles estão escondidos em texto simples em uma pasta no seu laptop marcado como “secreto”? Mesmo se você tenha criptografado a pasta que contém as chaves e os códigos, é perigoso considerar que ela não pode ser violada por um invasor determinado.

Manter suas chaves privadas off-line o protegerá no caso de seu computador estar fisicamente ou digitalmente comprometido. Mesmo que você não consiga bancar um cofre ou caixa forte, separar sua chave em partes e armazená-la em vários locais – com duplicatas, para garantir a redundância – funcionará da mesma maneira.

Fonte: Criptomoedas Fácil

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

Comentários