Bitcoin está pronto para atingir US$ 6 mil nas próximas semanas

Os dias com poucas surpresas no mercado podem estar perto do fim. Segundo um analista de criptomoedas, o Bitcoin (BTC) está prestes a encarar uma onda de valorização. Esse crescimento pode fazer o ativo digital voltar a ser cotado acima de US$ 6 mil, algo que o Bitcoin (BTC) não vê desde o final de 2018.

O mercado de criptomoedas é praticamente imprevisível, mas alguns sinais podem ser interpretados como um futuro desempenho. No caso do Bitcoin (BTC), por exemplo, vários fatores podem elevar a criptomoeda em mais de US$ 6 mil no mercado. Por outro lado, uma queda também não deve ser descartada, em um movimento contrário ao previsto pelo analista Tom Vays.

Criptomoeda precisa vencer nível de resistência

Em uma previsão otimista para a criptomoeda, o analista prevê que o Bitcoin (BTC) chegue em US$ 6 mil. Caso isso aconteça a criptomoeda poderá viver uma expressiva onda de valorização no mercado. Além disso, esse movimento seria inesperado para muitos céticos que apontam para uma queda do Bitcoin (BTC) nas próximas semanas.

“Acho que podemos aumentar o preço e chegar a US$ 5.000, possivelmente até US$ 6.000”.

Contrariando essa visão, Vays acredita em uma valorização para o Bitcoin (BTC) nas próximas semanas. Segundo o analista, a criptomoeda está preparada para subir no mercado de forma impressionante. Contudo, o especialista elenca alguns fatores que devem acontecer para que sua previsão se concretize. E o primeiro deles está em vencer um nível de resistência que ainda não foi ultrapassado em 2019.

Analista prevê que Bitcoin (BTC) não vai cair abaixo de US$ 3 mil

O Bitcoin (BTC) surpreendeu a todos no mercado com uma repentina queda no final de 2018. Na época em questão a criptomoeda perdeu quase 50% de seu valor em mais de 40 dias de quedas consecutivas no mercado. Desde então o Bitcoin (BTC) luta para voltar a ser cotado acima de US$ 6 mil. Para Vays isso só deverá acontecer após a resistência de US$ 4.200 ser quebrada.

“Acredito que quanto mais vezes você atingir um nível de resistência, como neste caso US$ 4.200, maior a probabilidade de quebrar e subir”.

É a partir dessa resistência que o Bitcoin (BTC) poderá alcançar novos voos no mercado. Sendo assim, a criptomoeda precisa provar alguns valores antes de chegar na previsão do analista. Contudo, Vays acredita que o Bitcoin (BTC) poderá será cotado abaixo de US$ 3 mil, mesmo após chegar em sua previsão de US$ 6 mil.

Fonte: Live Coins

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

Comentários