Ativistas de Bitcoin “derrubam” presidente da Venezuela Nicolás Maduro

O atual presidente da Venezuela Nicolás Maduro acaba de ser “derrubado” graças ao ativismo e a presença do Bitcoin.

Pelo menos é isso que propõe o grupo Cryptograffiti, que realizou um retrato de 3×3 metros do líder venezuelano para ser destruído em uma analogia do que desejam os ativistas. O ato, como mostra o a agência de notícias Coindesk, ocorreu na Ponte Simón Bolívar, um dos locais que retrata a crise pela qual o país vem passando e é usado por centenas de milhares de venezuelanos para fugir do regime bolivariano de Maduro.

Desde que Maduro assumiu o cargo em 2003, a Venezuela sofreu uma inflação drástica, fome e declínio sócio-econômico. E nos últimos meses, a situação piorou. No fim de semana passado, a  violência estourou na fronteira com o Brasil, enquanto os militares venezuelanos tentavam bloquear a entrada de alimentos e suprimentos médicos na Venezuela.

Em busca de se posicionar frente a este cenário de violência e para mostrar como o Bitcoin pode ser uma ferramenta importante contra os desmandos dos políticos, o Cryptograffiti fez uma parceria com a AirTM, uma exchange de criptomoedas mexicana, e com a Cripto Conserje, empresa que também atua no mercado de criptoativos, para realizar a ação que consiste em: para cada doação feita com Bitcoin, um venezuelano removerá fisicamente uma parte do mural.

Desta forma, segundo os organizadores, “os venezuelanos vão, literal e figurativamente, derrubar Maduro”, disse. Os valores arrecadados serão usados para ajudar a população do país, sendo que 50% das doações serão destinadas a auxiliar o povo venezuelano, enquanto os outros 50% serão destinados à reconstrução da Fundación Renacer, uma organização sem fins lucrativos que fornece serviços de creches para famílias deslocadas pela crise.

Até o momento da escrita, mais de 100 partes já foram removidas e cerca de 2.7 BTC arrecadados. Para conferir o evento e também fazer contribuições ao projeto, é preciso acessar o site AirdroopVenezuela.

A imagem pode conter: fogo e texto

“As pessoas estão usando isso [Bitcoin e criptomoedas] para evitar a hiperinflação, mas também para fugir com dinheiro. Todas as coisas sobre as quais falamo como sendo as grandes possibilidades das criptomoedas estão acontecendo agora na Venezuela”, concluiu o grupo.

AS PESSOAS ESTÃO USANDO ISSO [BITCOIN E CRIPTOMOEDAS] PARA EVITAR A HIPERINFLAÇÃO, MAS TAMBÉM PARA FUGIR COM DINHEIRO. TODAS AS COISAS SOBRE AS QUAIS FALAMOS COMO SENDO AS GRANDE POSSIBILIDADES DAS CRIPTOMOEDAS ESTÃO ACONTECENDO AGORA NA VENEZUELA”, CONCLUIU O GRUPO.

Fonte: Criptomoedas Fácil

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

Comentários