Número de transações Bitcoin supera máxima de um ano

Em análise da blockchain do Bitcoin no mês de janeiro de 2019 foi detectado um padrão alto de transações feitos na rede, um cenário que há pelo menos um ano não se via igual.

Em média, o número de transações por dia do Bitcoin bateu o recorde de um ano, com cerca de 1990 por bloco.

Isso faz com que o valor chegasse há um cenário próximo de dezembro de 2017, que foi de cerca de 2140, o que mostra que a moeda tem sido bastante transacionada em sua rede no início de 2019.

Esse recorde de transações on-chain é feito em comparação com o ano de 2018, onde a média máxima foi em setembro chegando a 1886 transações/bloco.

O recorde de toda a história foi em novembro de 2017, com valor de 2301 transações por bloco.

Fonte: https://outputs.today/

Um segundo indicador, porém, poderia revelar as motivações do porque isso está acontecendo.

Ao realizar transações com Bitcoin, é desaconselhável utilizar um mesmo endereço para várias movimentações diferentes, isso inclusive prejudica a característica de permanecer anônimo na rede.

Outra ação, que é aconselhada ao realizar transações de Bitcoin, é realizar várias operações de saída para uma determinada transação. Isso é chamado de outputs.

De acordo com o website Outputs.today, “grandes players no espaço do Bitcoin usam lotes – o processo de incluir múltiplas saídas em uma determinada transação – para reduzir suas taxas de operação. Portanto, observar apenas as transações perde uma parte importante do cenário“.

Esse segundo indicador também mostrou um crescimento no período inicial de 2019, o que mostra que muitos usuários da rede tem realizado muitos outputs em suas transações.

O valor de outputs por bloco em janeiro de 2019 foi de 5065 em média. Apesar disso, no período do último ano com este indicador não é possível dizer que houve recordes, visto que em setembro de 2018 o valor foi de 5078.

Isso poderia mostrar que grandes operadores, em volume, poderiam estar realizando movimentações na rede e não usuários comuns.

Fonte: https://outputs.today/

A tendência para o Bitcoin é utilizar uma camada paralela para transações pequenas, como a sidechain Lightning Network (LN), que daria mais escalabilidade a um custo menor por transação.

Utilizar a LN também pode mostrar menos transações na rede principal de pequenos valores, sendo que na blockchain seria comum ver apenas grandes transações, a exemplo do cenário que se apresenta no início de 2019.

Fonte: Live Coins

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

Comentários