Hacker de 20 anos se declara culpado em roubo de US$5 milhões em criptoativos

Joel Ortiz, um hacker de apenas 20 anos, se declarou culpado de roubo e aceitou um acordo judicial de 10 anos de prisão, conforme relatado pelo portal de notícias Cointelegraph, nesta segunda-feira, 04 de fevereiro.

Ortiz foi condenado por roubar US$5 milhões em criptoativos de 40 vítimas por meio de clonagem do cartão SIM dos seus telefones. Ele aceitou o acordo judicial na semana passada, de acordo com Erin West, Procuradora do Distrito de Santa Clara, Califórnia, EUA.

Ortiz será oficialmente condenado em 14 de março. As autoridades afirmam que ele é o primeiro indivíduo condenado por um crime por clonagem de cartão SIM.

“Acreditamos que a justiça foi cumprida. E esperamos que seja uma forte mensagem para essa comunidade”, disse Samy Tarazi, um dos agentes que investigou Ortiz.

A clonagem de cartões SIM está tornando-se cada vez mais popular entre os criminosos, como um meio de roubar nomes e logins de mídias sociais, criptomoedas e até mesmo senhas, que podem ser vendidos posteriormente em um mercado negro. Em novembro, Nicholas Truglia, de 21 anos, foi preso acusado de roubar US$1 milhão utilizando a mesma técnica.

Na clonagem, os hackers ligam para uma empresa de telecomunicações que escolhem como alvo e afirmam que o cartão SIM foi perdido e que gostariam que seu número fosse transferido para um novo cartão. Os criminosos convencem as companhias telefônicas de que são os donos dos números fornecendo o endereço e número de seguridade social (CPFs) das vítimas.

Quando a empresa de telecomunicações transfere o número para um novo cartão, os hackers podem ignorar as medidas de autenticação em duas etapas para contas usando o telefone como método de recuperação. Um hacker disse:

“Com o número de telefone de alguém, você pode entrar em todas as contas que possui em minutos e eles não podem fazer nada a respeito.”

No ano passado, as autoridades em todo o mundo reprimiram crimes relacionados a criptoativos. Na Rússia, um grupo de engenheiros nucleares foi preso por agentes de segurança quando foram pegos usando supercomputadores para minerar Bitcoin.

Fonte: Criptomoedas Fácil

As informações contidas neste informativo foram obtidas por fontes públicas consideradas confiáveis e possuem caráter meramente informativo, não constitui qualquer tipo de conselho de investimento, jurídico e ou de qualquer natureza.

Comentários