Por que algumas pessoas têm medo do Bitcoin?

O medo é um sentimento universal e natural do ser humano. Há raízes psicológicas profundas em torno das coisas que a gente teme e nem sempre é tão fácil ou simples de lidar com esse sentimento potencialmente limitador e fortemente negativo.

É simples fato que algumas pessoas têm medo do Bitcoin

Mesmo que tenhamos dificuldade de explicar o medo de forma geral ou em suas manifestações específicas, o fato é que podemos admitir que muita gente tem medo do Bitcoin. Não pretendo ser exaustivo ou muito profundo em minhas considerações sobre isso, mas gostaria de apontar algumas questões que podem nos ajudar a entender um pouco esse fenômeno.

Medo de mudar

O medo das mudanças é muito comum entre as pessoas. Mexer nas rotinas das pessoas pode dar a elas uma forte sensação de insegurança. Agora, imagine a ideia de mudar todo o sistema financeiro e toda a forma como o dinheiro é gerado e gerido numa sociedade global. Por mais que essa perspectiva seja maravilhosa para os descontentes com o sistema atual, há muita gente (provavelmente a maioria) que tem medo de uma mudança dessa magnitude e suas implicações para a forma usual e “normal” de lidar com o dinheiro.

Medo da tecnologia

Pode parecer que não, mas por mais que a tecnologia avance, ainda há muita gente com um discurso retrógrado em relação a esses avanços e que refletem ou criam medo nas pessoas a respeito da tecnologia. Há uma sensação de que o mundo está mudando demais e estamos perdendo os empregos para as máquinas e todo tipo de medos futurísticos são evocados aqui. Até mesmo o medo religioso de que o Bitcoin seja (ou conduza a) a “marca da besta” predita no Apocalipse, tem que ver com esse tipo de medo.

Medo de Perder Dinheiro

Muita gente ainda não entendeu que o Bitcoin é muito maior e mais pretensioso do que um “investimento”. Entretanto, enquanto ele não se estabelece de forma mais profunda na sociedade, a ausência de regulação e forte presença de especulação fazem com que a volatividade seja marca característica desse mercado. Essa volatividade abre oportunidades de lucro, mas também ameaças de perda de dinheiro e isso assusta muita gente.

Medo de ver o seu banco falir

Por último vou falar de um medo menos generalizado, mas também comum. Aquele medo que só banqueiros podem sentir. Imagine que uma inovação tecnológica consiga ameaçar uma “galinha dos ovos de ouro”. É mais ou menos esse sentimento que faz com que alguns banqueiros morram de medo do Bitcoin.

Conclusões:

O medo é algo natural na vida humana e o medo do Bitcoin é real para algumas pessoas por diversas razões, mas muito provavelmente o único medo realmente justificado é aquele que os banqueiros sentem diante da ameaça.

Fonte Guia do Bitcoin

Comentários